fbpx

Empresas terão que se preparar para mudanças na contabilidade mundial

Palestras Grupo Assist: Pós-Certificação OEA e Classificação Fiscal
23/11/2017
ESTADO DE SÃO PAULO | COMPENSAÇÃO DE PRECATÓRIOS COM DÉBITOS TRIBUTÁRIOS OU DE OUTRA NATUREZA INSCRITOS NA DÍVIDA ATIVA
29/11/2017

As empresas brasileiras terão que se preparar para mais mudanças no padrão internacional de contabilidade (IFRS). Recentemente, o órgão Internacional IASB – Internacional Accounting Standards Board estabeleceu novas normas para 2018 e 2019, além de possuir diversas discussões para o horizonte de 2021. Entre as novidades previstas, citamos:

  • a comparabilidade das demonstrações financeiras (ex. critérios para o Ebit e Ebitda);
  • a revisão de disclosure (ex. relevância das informações na divulgação); e
  • a taxonomia – a entrega dos resultados por meio eletrônico (ex. na linguagem xblr) para autoridades reguladoras.

Com relação a taxonomia, por exemplo, as empresas brasileiras listadas em Nova York terão que responder à SEC, a comissão de valores dos EUA, até setembro de 2018. No Brasil, a CVM local recebe os documentos no formato PDF.

Além das novidades previstas, informamos que a partir de janeiro de 2018 entra em vigência a IFRS 15, que trata do reconhecimento de receitas com os clientes. Na sequência, temos a IFRS 16, que trata de arrendamento mercantil e que entra em vigor somente em 2019.

Diante destas novidades, recomenda-se a busca por profissionais para se evitarem problemas contábeis/fiscais. O Grupo Assist conta com consultores altamente especializados para apoio às empresas na prevenção de eventuais riscos nas alterações contábeis.

BrazilUSA