fbpx

PRORROGAÇÃO DOS PRAZOS DE VENCIMENTO DE PARCELAMENTOS DE COMPETÊNCIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA É CONTRA A COBRANÇA DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE TERÇO DE FÉRIAS
PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA É CONTRA A COBRANÇA DA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE TERÇO DE FÉRIAS
05/05/2020
CVM regulamenta assembleias digitais de titulares de valores mobiliários representativos de dívida
CVM regulamenta assembleias digitais de titulares de valores mobiliários representativos de dívida
15/05/2020
PRORROGAÇÃO DOS PRAZOS DE VENCIMENTO DE PARCELAMENTOS DE COMPETÊNCIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

Diante das atuais dificuldades geradas pela pandemia causada pela Covid-19, o Governo Federal tem implementado diversas medidas paliativas com o fim suavizar os prejuízos ora enfrentados pelo Contribuinte. A Portaria nº 201, publicada no Diário Oficial em 11 de maio de 2020, de autoria do Ministério da Economia, é o mais recente exemplo dessas medidas.

De acordo com o artigo 1º da Portaria, os prazos de vencimento de parcelas mensais oriundas de programas de parcelamento administrados pela Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB) e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) ficam prorrogados da seguinte forma:

• Para parcelas com vencimento em maio de 2020, prorrogar-se-á até o último dia útil do mês de agosto de 2020 1 [1] ;
• Para parcelas com vencimento em junho de 2020, prorrogar-se-á até o último dia útil do mês de outubro de 2020;
• Para parcelas com vencimento em julho de 2020, prorrogar-se-á até o último dia útil do mês de dezembro de 2020;

Cumpre destacar que a referida medida não afasta a incidência de juros, na forma prevista na respectiva lei de regência do parcelamento e abrange apenas parcelas vincendas a partir da publicação da portaria.

Apesar de as medidas não se aplicarem aos programas de parcelamento referente a tributos apurados no Simples Nacional, a Portaria é uma importante ferramenta que pode socorrer os Contribuintes nesse momento delicado e inseguro que se instaura diante das consequências causadas pela Covid-19.

Nós, do Grupo Assist, podemos prestar apoio nessas tarefas com base em uma robusta estrutura funcional composta por profissionais altamente qualificados distribuídos por área de especialização.

Paulo Pereira Rodrigues Junior
Jurídico

BrazilUSA